Novo endereço!

Oi, gente!! Nosso blog completou um ano esse mês e para comemorar nada melhor do que uma mudança, não é mesmo? Por isso, resolvemos dar uma “cara” nova a ele (que ficou muito lindo por sinal!).

Para dar essa renovada tivemos que  mudar o nosso endereço. Então, a partir de hoje, estaremos esperando por vocês no:

blog.gabrielafaraco.com.br

Daqui a pouco faremos a estreia do novo endereço com o nosso “Weekend”…

Esperamos vocês lá!

Beijinhos!

Para começar a semana…

Para começar essa semaninha chuvosa aqui em Floripa, resolvi colocar (mais um!) textinho de amor para colorir o nosso dia…

Estamos com fome de amor

Uma vez Renato Russo disse com uma sabedoria ímpar: “Digam o que disserem, o mal do século é a solidão”. Pretensiosamente digo que assino embaixo sem dúvida alguma. Parem pra notar, os sinais estão batendo em nossa cara todos os dias.

Estamos é com carência de passear de mãos dadas, dar e receber carinho sem necessariamente ter que depois mostrar performances dignas de um atleta olímpico, fazer um jantar pra quem você gosta e depois saber que vão “apenas” dormir abraçados, sabe, essas coisas simples que perdemos nessa marcha de uma evolução cega.

Pode fazer tudo, desde que não interrompa a carreira, a produção. Tornamos-nos máquinas e agora estamos desesperados por não saber como voltar a “sentir”, só isso, algo tão simples que a cada dia fica tão distante de nós.

Quem duvida do que estou dizendo, dá uma olhada no site de relacionamentos Orkut, o número que comunidades como: “Quero um amor pra vida toda!”, “Eu sou pra casar!” até a desesperançada “Nasci pra ser sozinho!”.

Unindo milhares, ou melhor, milhões de solitários em meio a uma multidão de rostos cada vez mais estranhos, plásticos, quase etéreos e inacessíveis.

Vivemos cada vez mais tempo, retardamos o envelhecimento e estamos a cada dia mais belos e mais sozinhos. Sei que estou parecendo o solteirão infeliz, mas pelo contrário, pra chegar a escrever essas bobagens (mais que verdadeiras) é preciso encarar os fantasmas de frente e aceitar essa verdade de cara limpa. Todo mundo quer ter alguém ao seu lado, mas hoje em dia é feio, démodé, brega.

Alô gente! Felicidade, amor, todas essas emoções nos fazem parecer ridículos, abobalhados, e daí? Seja ridículo, não seja frustrado, “pague mico”, saia gritando e falando bobagens, você vai descobrir mais cedo ou mais tarde que o tempo pra ser feliz é curto, e cada instante que vai embora não volta.

Mais (estou muito brega!), aquela pessoa que passou hoje por você na rua, talvez nunca mais volte a vê-la, quem sabe ali estivesse a oportunidade de um sorriso a dois.

Quem disse que ser adulto é ser ranzinza? Um ditado tibetano diz que se um problema é grande demais, não pense nele e se ele é pequeno demais, pra quê pensar nele. Dá pra ser um homem de negócios e tomar iogurte com o dedo ou uma advogada de sucesso que adora rir de si mesma por ser estabanada; o que realmente não dá é continuarmos achando que viver é out, que o vento não pode desmanchar o nosso cabelo ou que eu não posso me aventurar a dizer pra alguém: “vamos ter bons e maus momentos e uma hora ou outra, um dos dois ou quem sabe os dois, vão querer pular fora, mas se eu não pedir que fique comigo, tenho certeza de que vou me arrepender pelo resto da vida.

Antes idiota que infeliz!”

Arnaldo Jabor

Espero que gostem!

Beijinhos,

Gabizinha.

During the week…

Foto 1: Gabi usa colar - C0531

Foto 3: Gabizinha usa colar – Breve disponível na loja virtual…

Foto 5: Julia usa anel – A0043

Foto 6: Gabi usa pulseiras - Q0173Q0349 e Q0416

Foto 9: Brinco – B1601 e B1611

Foto 10: Gabizinha usa – A0026 e colar – C0430

Foto 11: Julia usa colar – Breve disponível na loja virtual…

Foto 12: Gabi usa anel – A0009

Foto 13: Julia usa colar – C0418

Foto 15: Gabizinha usa pulseira – Q0390

Foto 16: Gabi usa – C0438 e C0504

Foto 17 – Julia usa brinco – B1601

Decór… Hi-low – Por Ana Luiza Caldeira

Esse conceito surgiu na moda nos anos 1990, época de orçamentos reduzidos, forçando os fashionistas a mesclarem em um mesmo look peças sofisticadas com outras mais básicas e baratas, vindas de brechós e lojas mais populares.

Esse mix de elementos migrou para decoração. Criar contrastes de formas, materiais e preços, cria composições espetaculares!!

“High” = Tecidos nobres, pecas assinadas por designers consagrados, acabamentos requintados, no estilo clássico ou moderno. São objetos fáceis de se reconhecer, o conhecido bom investimento.

 “Low” = Onde mora a criatividade, o efeito surpresa. São objetos garimpados em lojas populares, ferros-velhos, supermercados, antiquários, na casa da tia… Enfim, é o famoso “achado”!!!

Materiais de demolição, objetos restaurados, sucata, tecidos simples, são objetos e revestimentos que, quando sozinhos, parecem não ter muito valor. Mas que quando combinados e bem inseridos em um projeto, agregam irreverencia e personalidade.

Peças antigas agrupadas com outras mais atuais.

Peças antigas agrupadas com outras mais atuais.

Objetos caros e baratos no mesmo espaço.

Objetos caros e baratos no mesmo espaço.

Dar um novo uso ao material: Uso de pallets, caixotes, escadas, e outros objetos baratos, trazem charme e personalidade ao seu espaço, além de serem ecologicamente corretos.

Dar um novo uso ao material: Uso de pallets, caixotes, escadas, e outros objetos baratos, trazem charme e personalidade ao seu espaço, além de serem ecologicamente corretos.

Contraste de materiais: Banquetas de demolicao misturadas com poltronas de design assinado. Gesso rebuscado, com luminárias simples. Móveis antigos com modernos.

Contraste de materiais: Banquetas de demolicao misturadas com poltronas de design assinado. Gesso rebuscado, com luminárias simples. Móveis antigos com modernos.

Eletrodomésticos caros ao lado de caixotes e banquetas baratas. Tanto em casa como em espaços comerciais, o legal é ser original e diversificar na escolha de materiais e revestimentos.

Eletrodomésticos caros ao lado de caixotes e banquetas baratas. Tanto em casa como em espaços comerciais, o legal é ser original e diversificar na escolha de materiais e revestimentos.

Em nosso ambiente na CasaCorSC “Bilheteria com lavabos funcional”, utilizamos esse conceito.

Hi = Vaso de murano, abajur Philippe Starck, bancada em espelho, painéis de led.

Low = Venezianas na confecção da luminária e revestimento de parede, porta de demolição, ventilador industrial.

Esses elementos contrastantes criaram um look charmoso para nossa bilheteria com lavabos! Vale a pena conferir nosso projeto hi-low! Esperamos vocês lá!!

Ana Luiza